terça-feira, 10 de maio de 2011

Lua em Virgem, #SUALINDA

Hoje é um daqueles dias dois-em-um: a Lua começa em Leão e lá pelo fim da manhã, às 10h58, entra em Virgem. Lua em Virgem, minha favorita: minha Lua de nascimento! Aquela que veio colher o fruto maduro - enquanto Leão se estende ao Sol, Virgem trabalha... É isso: em Virgem, a Lua nos predispõe ao trabalho metódico, organizado, detalhista. Sob esta Lua, estão favorecidas a organização das pendências, da agenda, a ordem nas gavetas, a faxina, o estudo, o cuidado com a saúde (principalmente o início de dietas de purificação ou coisas como parar de fumar), o conserto das coisas.

[E já que estamos falando em organização, aproveito a Lua que já-já entra em Virgem para dizer: voltei a receber pedidos de interpretação de mapa astral, que estavam temporariamente suspensos. Tem que ser aos poucos, porque a moça aqui é free-lancer em astrologia. Para saber mais a respeito, é só clicar ali em "Os mapas (da mina)", ali em cima. Obrigada.]

"Tudo coisa chata", vem você me dizer. Lua em Virgem nos deixa mesmo mais críticos e exigentes e, se já passa das 11h, é bem capaz de você estar aí torcendo o nariz para a "minha" Lua. Mas, tudo bem - diferente de Leão, que está à vontade no palco, Virgem rege a simplicidade.

Não que ter essa Lua certinha no mapa de nascimento torne a minha vida mais fácil (ô, quem dera). Lua em Virgem, de tão certinha, pode ficar torta. Ansiosa, paranóica, hipocondríaca, com mania de limpeza e de dieta (Virgem rege intestinos e tripas em geral) - doida, enfim. E aí, minha gente, quando essa Lua pira, vão por mim... é o inferno e seus capetas.

Lua em Virgem papeando, em bom aspecto com Marte que, nesta madrugada, entrou no signo de Touro: temos aí mais dois planetas (além do Sol!) em signos de elemento Terra, práticos, de pés firmes no chão - não perca de vista sua lista de tarefas, seus objetivos para este mês. Marte representa o nosso impulso para a ação. Em Touro, fica mais lento, estável: mais duradouro.

Um aspecto no qual quero ficar de olho (cordei, kd telescópio?) é a tensão (oposição) que a Lua faz ao planeta Netuno, que fica exata por volta do meio dia. Vejam vocês, uma Lua tão certinha encarando Netuno, o senhor dos mares, em Peixes: a bruma, a neblina, a confusão, os enganos... como vamos agir, como vamos nos sentir, quais serão as notícias do dia diante da ativação de energias tão poderosas e tão diferentes - opostas? Eu estou colocando minhas fichas em Netuno: acho que nossa disposição virginiana vai ficar muito atrapalhada, seja pela sonolência fora de hora, seja por distrações ou mesmo por influências psíquicas / intuições, naqueles mais sensíveis. Façam suas apostas.

Netuno é também regente dos terremotos e maremotos - sem metáforas. Nesta quarta, temos Netuno ativado por uma Lua crescente combinado com a ativação de Plutão - que é o planeta significador do subsolo. Não tem como saber se vai ter terremoto, né. Mas alguns astrólogos se dedicam a estudar cartas natais de abalos sísmicos e perceberam, em diversos desses eventos, a repetição de aspectos tensos envolvendo Netuno e Plutão.

E só agora me dei conta que este post já está maior do que a média - minha Lua preferida ganhou tanta preferência sobre as demais que estou com medo de retaliações! Mas gente, vocês vão ter que entender. Imaginem que a Lua, no mapa natal, simboliza a mãe - aquela mesma, que nos ensinaram a amar, honrar, a mãe que só tem uma, tenha ela vivido conosco, seja uma lembrança ou um sonho. Vocês acham que eu vou arrumar encrenca com a minha mãe zodiacal? Não mesmo. Dá licença, então: Lua em Virgem, #SUALINDA.

3 comentários:

Clarice disse...

maio, mês das mães...hehe
bjs, nanda

Heide Costa disse...

super acordei para resolver pendências. Que coisa linda mesmo!

Ana F. disse...

Meninas alinhadas com o céu - acho chique!