sábado, 14 de maio de 2011

Sábado, Lua em Libra

Gente, Urano me atacou. É sério. Meu blog não funcionava, a diarista não chegou, eu mesma quase não chego no trabalho por causa da paralisação dos rodoviários. Twitter baleiava, Facebook travava, a volta pra casa foi um inferno - tivemos uma pane elétrica que pifou as sinaleiras (pessoal de outras terras: semáforos) e deixou o trânsito caótico.

Desde que comecei a anotar essas correspondências, é a segunda vez que uma ativação de Urano nos deixa às escuras. Então, pra você que "não acredita em astrologia": um beijo!

Mas calma, tá tudo bem agora.

Libra é um signo de elemento Ar - sociável, portanto. Só pode ser isso. De tão sociável, a danada da Lua em Libra resolveu conversar com todos os planetas do céu. Às 6h da matina. está conjunta a Saturno, que de sociável não tem nada. Pelo contrário - rege as responsabilidades, os impedimentos, os medos. Rege também a Justiça - que é fria e cega. Foi sob uma ativação de Saturno que o STF aprovou a união homoafetiva, lembram?

Não à toa, Saturno é chamado de "grande maléfico" do zodíaco. Não á toa, depois de brigar com agendas, eu acabei marcando um compromisso de trabalho para esta manhã de sábado. O céu não dá muitos motivos para acreditar que este dia de sábado seja assim, descontraído, de lazer. Porque Saturno é chegado em um trabalho.

Por outro lado: bom momento para realizar ações de empreendimentos que desejamos sejam duradouros. Isso porque Libra é um signo de iniciativa (em astrologia, a gente diz: cardinal) + Lua crescente + Saturno, regente do tempo, das responsabilidades, do longo prazo = começa agora que dá pé.

Lua ativa também (por quadratura) Plutão: as profundezas. Plutão é o regente moderno de Escorpião, pra vocês terem uma idéia. Tanto as nossas próprias profundezas: o inconsciente; quanto as profundezas da sociedade: o submundo, o crime organizado, a máfia,  poder atômico, estão em jogo aí.. A emoção se volta pra dentro. Ou para o fundo.

E olhem a trilha que a DJ Daniela Luciana selecionou pra hoje:


De noite, depois de ir e voltar do Hades, é que a Lua ativa Júpiter em Áries. Aí, teremos um astral mais animado - exagerado, até. Pode ser para sair, dançar, bombar, seduzir. Pode ser para viajar, aprender-ensinar, defender apaixonadamente seus pontos de vista e se achar o dono da verdade.  A tendência é ao exagero - e consequentemente - à imprudência. Fora isso, tudo bem, né. Júpiter é grande e, parafraseando Pessoa, basta que a alma não seja pequena para que tudo o mais valha a pena.

Um comentário:

Mônica Santana disse...

Devo confessar que esse sábado está meio apavorante... Vou dar minha malhadinha e ir pra casa fazer relatório e estudar. Mó sinistro esse Plutão!