quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Quinta, Astrologia não tem eufemismos

"Quando eu li... terra, terra, pé no chão... imediatamente lembrei dessa música... absolutamente nostálgica, nesse arranjo trágico - inclusive - fúria, ação, nostalgia, cadeia! - E nessa conjunção astral... essa música carinhosa e realista. Outros astros lhe serão guias nessa Lua em Câncer". (palavras de DaniLu)


Ah, eu queria escrever apenas naqueles dias em que abrisse o mapa do céu e achasse tudo bonito. Mas não dá. Não que seja uma obrigação, mas me sinto comprometida com este espaço, com os poucos e fiéis leitores, com DaniLu, com o meu próprio aprendizado da Arte. É, não dá.

Também seria bom não ter juízo de valor a respeito do trânsito dos astros - mas isso também tá difícil. Então, cá estou eu, escrevendo mesmo em um dia como hoje, em que temos Marte e Saturno ativados pela Lua. Sabem, Astrologia não tem eufemismo. João Acuio gosta de dizer: Astrologia não é autoajuda. E, embora possa ajudar muito em muitos momentos, não é mesmo.

Astrologia, assim como o mundo, não tem eufemismos. O nome que ela dá a Marte e a Saturno: maléficos. Um grande e o outro pequeno, mas ambos maléficos. Marte é o deus da guerra, Saturno é o que impõe as dificuldades e limitações. Hoje, a Lua ativa uma tensão (quadratura) entre esses dois.

Em Câncer, as qualidades de Marte não se expressam bem. Câncer é o signo da vida interior, do estômago; enquanto Marte é ação e fúria. O resultado pode ser desde a agressividade dirigida àquelas pessoas que a gente ama até uma bela gastrite - uma ferida nos domínios cancerianos. A tensão com Saturno em Libra pode dificultar ainda mais a expressão emocional - Saturno é sério, responsável, focado no que julga ser o certo e, em Libra, essas qualidades ficam ainda mais evidentes.

Então, temos um comportamento certinho, responsável (Saturno), enquanto a vida interior (Câncer) pode estar pegando fogo por ação de Marte. Fazer sabe o quê? Separar o joio do trigo: o Sol e Vênus estão juntinhos em Virgem, signo de Elemento Terra e pé no chão, o que separa, discrimina, purifica.

Se Marte e Saturno são os maléficos, Vênus e Júpiter são os benéficos - ambos em signos de Elemento Terra, ambos recebendo aspectos do Sol, convidando à fortuna que existe em pisar o pé no chão, usar da simplicidade, bom senso, praticidade. Boa quinta - a propósito, um dia de Júpiter - para nós.

Um comentário:

Mutantis disse...

Nesse dia, fui tão certinha... que deixei de ir ao aniversário de uma super-amiga, onde ia estar todo o povo que curto... só pra ficar com minha filha por que ela ia ficar com o Pai no dia seguinte. Aliás, ela taurina, influencia as minhas decisões pé-no-chão. Cuidar de filho não é cuidar de Fazendinha Virtual não!